noticias

Depoimento de Ananda durante o documentário da TV TST.O Tribunal Superior do Trabalho, por meio da TV TST, publicou no último domingo (26/8), em seu canal no YouTube, o documentário “Aprendizagem: o futuro em construção”. Na produção, seis jovens aprendizes de diferentes cidades do País compartilham suas histórias de vida e como o programa de aprendizagem abriu a possibilidade de um futuro profissional bem-sucedido e marcado por oportunidades.

Ananda Cantarino, uma das personagens do documentário, foi aprendiz no programa oferecido pela Fiotec, durante os anos de 2014 e 2015. Ela conta um pouco do período em que passou pelas diversas áreas da instituição, de Recursos Humanos à Assessoria Jurídica, um caminho possibilitado pela metodologia de aprendizado utilizada, o Job Rotation.

Hoje empregada e trabalhando na sede da Google Brasil, em São Paulo, Ananda relata na produção que trabalhou cerca de dois meses na Assessoria de Comunicação da Fiotec, setor em que se adaptou bem aos tipos de demanda e dinâmica de trabalho. A orientação recebida pela líder da equipe, segundo ela, contribuiu muito para seu desejo de cursar Jornalismo e trabalhar com Comunicação.

Aprendizado na Fiotec

Turma de jovens aprendizes da Fiotec, da qual Ananda fez parte.O Programa de Jovem Aprendiz, praticado hoje pela instituição, surgiu da troca de experiências entre profissionais de diversas áreas. Tudo começou com um projeto apresentado pelo núcleo de Desenvolvimento, da Gerência de Pessoas da instituição, que possuía o objetivo inicial de desenvolver um programa de estágio na Fiotec. Tal projeto foi adaptado e transformado para que a atuação dos jovens profissionais não ficasse restrita a apenas uma área da instituição.

“Nosso foco sempre foi o de olhar para aquele adolescente que deseja entrar no mercado de trabalho e transformá-lo em um profissional. Por isso, a ideia do job rotation é possibilitar o contato desses jovens, que não têm experiência alguma, com as diversas atividades da instituição. A própria Ananda, por exemplo, saiu daqui [Fiotec] apaixonada por Comunicação, mas havia dito em sua entrevista de admissão que pensava em ser dentista”, explica Aline Caputi, profissional da Gerência de Pessoas que atuou como coordenadora do programa durante a passagem de Ananda.

Aline acompanhou de perto o desenvolvimento da jovem na instituição. A profissional aponta a orientação recebida pelos jovens como um dos grandes diferenciais do programa desenvolvido pela Fiotec. “É muito recompensador você olhar para um profissional hoje, perceber que ele está sendo bem-sucedido na carreira que escolheu, e saber que aquilo que falou, que aquela conversa de anos atrás, contribuiu para que ele se tornasse a pessoa que é”.