noticias

Castelo Mourisco siteFoto: Fiocruz ImagensÍcone do desenvolvimento da ciência e da saúde no Brasil e na América Latina, o centenário Castelo da Fiocruz será postulante a candidato a Patrimônio Cultural Mundial da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). No último dia 19, a presidente da Fundação Oswaldo Cruz, Nisia Trindade Lima, o diretor da Casa de Oswaldo Cruz (COC/Fiocruz), Paulo Elian, e o vice-diretor de Patrimônio Cultural e Divulgação Científica da COC, Marcos Pinheiro, reuniram-se com representantes do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), em Brasília, para discutir o encaminhamento da proposta de candidatura, que será formalizada pela Fiocruz até dezembro.

Durante o encontro com o diretor do Departamento de Cooperação e Fomento do Iphan, Marcelo Brito, e o coordenador de relações internacionais do instituto, Raul Fontoura, foram debatidos pontos relacionados à linha de argumentação que deverá constar do dossiê da candidatura do Castelo, em fase de elaboração pela equipe técnica da Fiocruz. O documento é uma peça-chave no processo e deve demonstrar o potencial Valor Universal Excepcional de um bem, além de descrever como esse valor será sustentado, protegido e gerido. Para concorrer à Lista do Patrimônio Mundial, a candidatura precisa ser incluída na lista do Estado-parte, organizada no Brasil pelo Iphan, que poderá indicá-lo à Unesco.

O órgão das Nações Unidas define que o Patrimônio Cultural Mundial é “composto por monumentos, grupos de edifícios ou sítios que tenham um excepcional e universal valor histórico, estético, arqueológico, científico, etnológico ou antropológico”. Construído entre 1905 e 1918, o Castelo da Fiocruz, também conhecido como Pavilhão Mourisco, foi idealizado por Oswaldo Cruz para ser a sede do então Instituto Soroterápico Federal, criado em 25 de maio de 1900. Desde então, o Castelo se consolidou como símbolo maior da ciência e da saúde no país e no continente.

Continue lendo.


Fonte: Agência Fiocruz de Notícias (AFN).

 

Vagas