Públicos-alvo de vacinas contra gripe e febre amarela serão ampliados - Fiotec

Fique por dentro

Por favor, selecione quais conteúdo deseja receber da Fiotec:

Você pode cancelar a inscrição a qualquer momento clicando no link no rodapé dos nossos e-mails.

Nós usamos Mailchimp como nossa plataforma de marketing. Ao clicar abaixo para se inscrever, você reconhece que suas informações serão transferidas para a Mailchimp para processamento. Saiba mais sobre as práticas de privacidade da Mailchimp aqui.

O Ministério da Saúde anunciou nesta semana que as vacinas da gripe e febre amarela sofrerão alterações a partir do ano que vem. No documento, a pasta ainda detalha as três campanhas que acontecerão em 2020, com as datas.

De acordo com as novas diretrizes, a vacinação contra febre amarela será estendida a todos os municípios brasileiros e uma dose de reforço será dada às crianças de quatro anos, mesmo que já tenham sido vacinadas. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), uma única dose é suficiente para estar imune por toda a vida, mas estudos comprovam que a eficácia pode ser menor quando dada para crianças muito novas.

No caso da vacina contra a gripe, o público-alvo se manteve, mas foi adicionado o grupo de pessoas com idade entre 55 e 59 anos, que antes não tinha direito à vacinação na rede pública. A ação visa ampliar o acesso à imunização dos grupos mais vulneráveis, e a campanha será feita entre os dias 13 de abril e 15 de maio do próximo ano.

Sarampo

O ministério também realizará duas campanhas de vacinação contra o sarampo em 2020, incluindo os grupos que não foram contemplados neste ano. Em fevereiro e março, para crianças de 5 a 19 anos, e em agosto, para adultos de 30 a 59 anos. Além disso, em setembro, será executada uma campanha contra poliomielite e multivacinação para atualização da caderneta de vacinação da criança e do adolescente.