projetos-em-destaque

O projeto “Teleorientação em saúde” visa planejar, desenvolver, implantar e operacionalizar uma plataforma de comunicação virtual para atender programas da Prefeitura de São Paulo: Mãe Paulistana, Remédio em Casa, Programa de Automonitoramento Glicêmico (AMG) e hipertensão arterial sistêmica.

Trata-se de uma solução inovadora no âmbito da tecnologia da informação para o uso eficiente de recursos físicos, humanos e financeiros, com o objetivo de viabilizar o acesso à saúde no município de São Paulo, que possui uma população de mais de R$ 10 milhões de pessoas.

A teleorientação em saúde é realizada por meio de uma central de atendimento especializada, que conecta pessoas a uma equipe de enfermeiros para orientação e educação em saúde. A plataforma utiliza telefone e internet, 24 horas por dia, sete dias por semana, canais que atualmente estão disponíveis de forma quase universal para a população paulistana e brasileira.

A plataforma funciona como uma porta de entrada ao sistema de saúde local. Para isso, são desenvolvidos protocolos para orientar os profissionais de saúde da central no encaminhamento do paciente para a unidade de atendimento mais apropriada.

A atuação da Fiocruz se destaca na criação desses protocolos, bem como na elaboração de pesquisas e desenvolvimento instrumental de análises, acompanhamento dos indicadores gerenciais e disponibilização de profissionais de saúde. Após o encaminhamento, o projeto acompanha a evolução clínica do paciente e a utilização dos serviços de saúde, por meio de contato ativo.

Importante ressaltar que o sistema de teleorientação não atua como plataforma de diagnóstico e medicação virtual, mas sim para avaliação da natureza e gravidade dos sintomas clínicos e educação em saúde.