projetos-em-destaque

Os dados epidemiológicos disponíveis no Brasil ainda são escassos e insuficientes para responder de forma satisfatória uma série de perguntas relativas ao tema complexo e polêmico que é o consumo de drogas. Por isso, o “III Levantamento Nacional sobre o Uso de Drogas pela População Brasileira”, desenvolvido pelo Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnologia em Saúde (Icict/Fiocruz) tem como objetivo preencher lacunas, já que a última pesquisa foi realizada em 2005.

Além disso, o Brasil, como membro das Nações Unidas, tem “a necessidade de aumentar os investimentos em pesquisas e avaliações de forma a implementar adequadamente e avaliar baseado em evidências das políticas e programas de combate ao problema mundial de drogas”, compromisso reafirmado em 2009.

O levantamento em questão utiliza métodos clássicos e contemporâneos de inquéritos populacionais, para estimar e avaliar os parâmetros epidemiológicos do uso de drogas na população de todo o território nacional, inclusive rural, entre 12 e 65 anos, de ambos os sexos. O objetivo é que os resultados obtidos possam não só ser passiveis de comparação com estudos anteriores, mas que aprimorem o que já foram realizados, buscando cada vez mais a qualidade e o rigor científico de estudos realizados no País.